Bento Gonçalves - RS

A Malu é uma criança que passeia bastante conosco, nunca deixamos de ir para algum lugar achando que ela não irá gostar ou algo parecido. Claro que temos a noção dos lugares onde levá-la e quanto tempo ficar, mas sempre achamos que não deveríamos nos privar de comermos fora ou viajarmos por termos uma criança pequena e sim começar a acostumá-la a vida dos papais e ela adora.
Nesse final de semana resolvemos passear na Serra Gaúcha, mais precisamente, Bento Gonçalves. A cidade é linda, fofa e toda em ordem. Ficamos num hotel simples e aconchegante no começo da cidade. Ficamos nele uma por não nos importarmos muito com as frescurinhas que o hotel terá, já que não ficamos muito por lá, e outra pela cidade estar lotada e não conseguirmos qualquer outro hotel. Mas ele era super fofo e acolhedor, o pessoal que trabalha por lá super simpático e isso é o que importa, o nome é Hotel Somensi.
Claro que agora temos algumas exigências que o hotel deve ter por causa da Malu, como televisão que antes nem ligávamos, mas pra ela é bom pra distração enquanto nos arrumamos, wi-fi, e cama extra ou berço, nesse caso foi uma cama de solteiro. O básico como banheiro no quarto e café da manhã já era exigência de antes. E algumas vezes também procuramos hotéis que aceitem animais, mas dessa vez a Charlotte não nos acompanhou.
Fomos no sábado, pois só decidimos na sexta para onde iríamos, só conseguimos sair 11h da manhã. Como a gente achou que ia conseguir almoçar antes do passeio de Maria Fumaça que estava programado para saída às 15h, fomos só com as frutas e bolachas da Malu. Mas só conseguimos chegar às 13h40min na cidade, nos arrumamos no rapidão e fomos pra estação às 14h30min, já que ainda tínhamos que chegar meia hora antes. Deu tempo de corrermos num supermercado e comprarmos algo para comermos, Malu foi papinha nestlé e pra gente salgados variados com nada saudável (zero de cinturinha fina). 
Mas valeu a pena a correria! A primeira parte do passeio nós fizemos de ônibus até Carlos Barbosa e depois a volta que foi de Maria Fumaça. Tu tens a opção de escolher como queres a forma do passeio, se ir de Maria Fumaça e voltar de ônibus ou como fizemos, e cada horário é que estipula a forma. 
Ir de ônibus nos ajudou a comer o nosso "almoço" e não perdermos nada do passeio em si. E nessa ainda a Malu aprendeu a beber no canudo!!! Compramos um suquinho de maçã da Suvalan que é todo natural e demos pra ela depois que comeu, mas ele vem com canudinho aí o papai só deu a primeira ajuda de apertar a caixinha do suco pro líquido começar a sair e depois ela fez tudo sozinha. Momento papais babões! Só que depois tudo era no canudo, a nossa água ela foi tomando toda e não queria saber do copo dela.
Malu tomando água no canudo
Chegamos em Carlos Barbosa e ficamos esperando até a Maria Fumaça chegar e escutando músicas italianas na estação. Quando a Maria Fumaça chegou tem uma moça que chama a galera pra cantar músicas italianas. Muito bom!!! A Maria Luísa amou, dançou, bateu palma, deu risadas, foi a festa dela. Mas ela mal sabia que só tinha começado...
Malu dançando vendo a Maria Fumaça chegar
Entramos na Maria Fumaça, gente é muito fofa. E logo já ganhamos nossas tacinhas para degustarmos os vinhos e sucos, até a Malu ganhou pra tomar suquinho de uva. Saímos de Carlos Barbosa e fomos para Garibaldi, nesse trajeto tem explicação sobre a cidade que acabamos de sair e a que estamos chegando. Paramos em Garibaldi e começamos as degustações, lá foi espumante e suco de uva. A Maria Luísa amou o suco e não podia ver taças depois que achava que já era suco pra tomar. 
Na Maria Fumaça tem um vagão que ainda é original, vale a pena chegar até ele, é o último vagão.
Nós no último vagão
Depois volta pra Maria Fumaça e aí que a festa ficou completa, foram músicas italianas com um senhor tocando  acordeon; depois apresentação de duas moças que tem o sotaque próprio do local, pois em Bento a população fala um dialeto próprio e que muitas vezes não conseguimos acompanhar, mas é muito fofo - e demos boas risadas com elas. Após veio uma família cantando e tocando e tirando todo mundo pra dançar e ao final uma dupla tocando músicas gauchescas. Foi maravilhoso e animado. Passeio mais que recomendado e obrigatório.
Chegando em Bento degustação de vinho tinto seco e suave, mais músicas e mais danças. 
Depois de uns 15 minutos da nossa chegada nos encaminhamos pra Epopeia Italiana que está incluída no valor no passeio. Esqueci de colocar o valor é R$ 70,00 por pessoa e eles só aceitam dinheiro e cartão de débito. 
Fomos para Epopeia e foi algo muito bacana, pois eles mostram vídeos contando a história dos italianos que chegaram no Rio Grande do Sul e como viajaram e viveram, com isso tu passas por cenários para realmente vivenciares tudo aquilo. Começa numa cidadezinha italiana, depois o navio, onde desembarcaram, como viveram por aqui e mais vinho e biscoitos. 
Depois do passeio voltamos para o hotel, descansamos um pouco, a Malu não quis saber de dormir. Rotina zero, mas uma vez ou outra não faz mal. A única soneca dela foi no carro durante a viagem, ela esboçou tentativas de dormir na Maria Fumaça, mas como estava super divertido não dormiu. 
Aí fomos atrás de um restaurante que servisse massas e encontramos o Canta Maria, ainda buscam e levam para o hotel. Foi a melhor escolha, sentamos ao lado da parte das crianças e depois da Malu ter se esbaldado comendo capeletti e nhoque parou pra ver a Galinha Pintadinha e acabou dormindo. 
Não tem como não sair de qualquer dieta. A comida é maravilhosa, tens a opção de escolher o tipo de massa e o molho, além de carne suína, galeto, polenta, saladas e ainda sobremesa. Pedimos o vinho tinto da casa que também foi muito bom. 
No outro dia acordamos perto de 9h e não deu pra fazer nada de passeios pela manhã, só tomamos café no hotel e fomos ver onde iríamos, Vale dos Vinhedos. Perto de umas 11h saímos e já fomos atrás de lugar pra almoçar para ter tempo à tarde. Almoçamos e a comida parecidíssima com a que comemos no Canta Maria, mas já era na estrada do Vale dos Vinhedos, a nossa meta do dia, o restaurante é o Sbornea's
Os principiantes aqui acharam que conseguiriam fazer várias vinícolas no mesmo dia ou, melhor, na mesma tarde. Mas é algo impossível. 
Escolhemos a Casa Valduga e foi excelente. Tu pagas R$ 20,00 para conheceres a vinícola e ainda ganhas uma taça linda deles. O passeio leva em torno de 1h30min e tem degustação de vinhos e espumantes. 
A Malu ficou um pouco enjoadinha, pois antes do almoço dormiu um pouquinho no carro e depois não quis mais dormir. Tivemos que esperar até 14h30min pra começar o passeio e ainda teve um pessoal que atrasou, fez com que ela não tivesse paciência para o vídeo que começa a visita, mas depois com a gente caminhando pela vinícola ela tinha momentos de paciência e outros nem tanto. Então, tem que fazer a criança dormir antes do passeio pra ela ficar mais paciente, pois não é um passeio tão animado quanto o da Maria Fumaça. Outra, com medo dela esbarrar em qualquer coisa, ela foi no canguru, o que também fez com que ela ficasse mais enjoada, pois agora ela quer caminhar. 
Mas mesmo assim valeu a pena. 
Malu na vinícola cheia de sono.
Foto tremida, pois estava difícil tirar fotos e seguras 2 taças
No final ainda podes degustar mais vinhos e espumantes na loja e os vendedores são super simpáticos e te explicam tudo com a maior calma. Claro, que depois não tínhamos condições de conhecer qualquer outra vinícola e voltamos para o hotel. Malu, acabada, dormiu logo que entrou no carro.
Descansamos e resolvemos comer pizza em algum lugar que tivesse massas pra Malu, aí foi o nosso único problema. Escolhi a tal Sapore di Fiorenza Pizzaria, no site que encontrei dizia que ela atendia de terça a domingo até às 23h, como a gente fez todo passeio só conseguimos chegar no restaurante às 22h e ele estava fechando!!!!!! Achei um absurdo, ainda mais que estava uma chuva absurda. Como no site dizia que era até 23h eu nunca ia imaginar que em uma cidade turística eles iam resolver fechar mais cedo, mas fecharam. Quando chegamos eles ainda estavam fechando, mas disseram que não poderiam mais nos atender. 
Então tivemos que procurar outro local e só nos restou uma pizzaria normal, pedimos sabores que a Malu poderia comer, mas sem a massa e a sorte que eles ainda serviam uma saladinha antes e ela se esbaldou nos tomates. Mas isso não estragou o passeio e nem a vontade de voltarmos mais milhares de vezes em Bento Gonçalves. 
Saímos da rotina, mas deu pra voltarmos com energia renovada mesmo numa viagem com criança.

Beijos.


Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Amei as fotos da princesinha!! Morrendo de saudades! Beijo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...