O Poderoso Chefinho | Filme

filme de animação

Fui convidada para ver em primeira mão o filme O Poderoso Chefinho que tem estreia marcada para o dia 30 DE MARÇO. 
Vou contar a sinopse do filme primeiro para depois contar o que eu achei e o que vocês podem esperar dessa nova animação da Dream Works.

A DreamWorks - Fox Filme e o diretor de Madagascar, Tom McGrath, te convidam a conhecer um bebê incomum. Ele usa terno, fala com a voz e o charme de Alec Baldwin, e é o astro da animação O Poderoso Chefinho (da DreamWorks), com estreia marcada para 30 de março. O Poderoso Chefinho é uma história universal hilária sobre como a chegada de um novo bebê impacta a família, contada do ponto de vista de um narrador deliciosamente confiável, Tim, um garoto de 7 anos com uma imaginação vívida. Com uma mensagem que aquece o coração sobre a importância da família, O Poderoso Chefinho é uma comédia original e autêntica que agradará ao público de todas as idades.

A dublagem em português conta com a atriz Giovanna Antonelli e em inglês com Alec Baldwin e Steve Buscemi.

O que eu achei do filme O Poderoso Chefinho?!
Foi amor ao primeiro minuto!
O filme é super engraçado, tanto crianças quanto adultos vão dar muitas risadas, muitas risadas mesmo. Eles também fazem algumas piadas trazendo referências externas e algumas dessas só os adultos vão conseguir lembrar e o que fica legal igualmente. Até porquê já faz um tempo que filmes de animação eram feitos apenas para as crianças curtirem.
Tenho certeza que as salas de cinema de todo o país vão ficar cheias de adultos sem filhos ou apenas levando os sobrinhos como álibis perfeitos.
O filme te faz pensar muito sobre a importância da relação de irmão, a importância da família e vou dizer que até chorei. Ainda mais que aqui está rolando uma super pressão para ter um irmãozinho. 
Minha opinião, veja!!! Vais amar tanto quanto eu amei!

filme de animação

O Poderoso Chefinho estreia dia 30 DE MARÇO nos cinemas. 

Festa Verão do Olaf | Decoração de Festa

Decoração de Festa

A festa de hoje é a Festa Verão do Olaf. Sim, quem já viu o filme Frozen sabe o quanto o Olaf ama o verão, o único problema é que ele é um boneco de neve. 
Acho que o Olaf curtiu muito essa festa do Theo com muito sol, calor, água e brincadeiras. 
A mamãe Vanessa arrasou em pensar nesse tema super propício para um dia de muito calor, como foi o dia da festinha da Theo. 
A festa ficou linda e foi toda na casa deles o que deixou o clima ainda mais legal. E vocês conseguem perceber que não se precisa de um espaço enorme para fazer uma festa super bacana para os teus filhos e que todos vão adorar, principalmente, o aniversariante.

Personalizados: Ca'scrapchic
Doces: Mariana Boll
Pães: Pãozeiro Pães Artesanais
Outros detalhes: Mamãe Vanessa e Vovó Elisa

Fotos: Andressa Barros

Vamos conferir todos os detalhes da Festa Verão do Olaf e do Theo?! 

Festa Olaf
Melhor parte da festa no verão, se molhar.

Festa Olaf

Festa Olaf

festa verão

decoração olaf

festa olaf

festa olaf

Decoração Olaf

Sacolé Olaf

Festa Verão

Festa Verão

Olaf

Inspiração festa olaf

Decoração Olaf

Decoração Olaf

Decoração Olaf

Decoração festa Olaf

Decoração festa Olaf

Comidinhas deliciosas que combinam com uma festa no calor.

Decoração Olaf

Comida para festa no verão

E as brincadeiras também foram muito legais e diferentes das que vemos atualmente em festas de crianças.

Brincadeiras festa do Olaf

Brincadeiras festa de verão

brincadeiras festa de verão

Lembrancinha aniversário de criança
Olha que lembrancinha linda e super útil. Uma linda mochilinha que não vem com o nome do aniversariante, podendo ser usada sem problemas no dia a dia pelos convidados.

Brincadeiras aniversário no verão

Feminismo é amor | Por Ana Emília Cardoso

Dia da mulher
Foto Daniel Freitas

 💗

No ano passado, me peguei numa discussão ferrenha com minha professora de yôga. Ela disse que não era feminista, que não gostava de nada relacionado ao feminismo e por aí vai. Eu, que gosto muito dela, quis entender de onde vinha tanta aversão.

Contou que não odiava os homens e que achava as feministas nojentas porque elas tinham feito xixi na escadaria da Universidade de Pelotas. Eu não sabia dessa história, mas parei pra pensar. Até porque eu tinha que continuar o papo. A gente tinha uma plateia e a única feminista ali era eu, eu precisava representar bem o grupo. E também não queria que os guris da escola achassem que eu lhes odiava.

Primeiro expliquei que feminismo não é o contrário de machismo. O machismo é um sistema patriarcal, institucionalizado, de opressão de um gênero sobre o outro. Já o feminismo é um movimento que visa a igualdade. E, mais do que isso, desafia esse sistema. As pessoas confundem muito mesmo (inclusive os jovens) porque antes se falava muito pouco do feminismo. E este pouco geralmente era super estigmatizado. De forma negativa, é claro. 

Feminismo
Foto Daniel Freitas

Minha amiga trabalha, comprou a sua casa, tem uma relação igualitária, não fala mal de outras mulheres, se veste como ela gosta (e não exclusivamente para seduzir/agradar os homens). Mal sabia ela o quão feminista ela já era, mesmo odiando as radicais.

Defendo essas ideais há mais de dez anos, geralmente em pequenos grupos, entre mulheres e homens com quem convivo. Mas, com o passar do tempo, comecei a sentir uma vontade genuína de ir pras ruas. 
No ano passado, quando uma mulher foi estuprada por mais de 30 caras, aquilo mexeu comigo. A gente não pode cruzar os braços diante de tamanha atrocidade. Precisamos denunciar e reclamar sim. São as nossas vidas que estão em jogo, são as vidas das nossas crianças.

Na arte, muitas vezes um artista precisa exagerar e causar estranhamento para gerar uma reação no público, no movimento feminista não é diferente. Fazendo esta reflexão, passei a entender a Marcha das Vadias por exemplo. Eu também não gostava, me agredia. O recado da marcha é o seguinte - você vai me chamar de puta se eu usar tal roupa, tal batom, tal comprimento de saia? - então pode chamar, mas eu vou usar tudo que bem entender. Não é verdade? A sociedade não é exatamente assim? Está sempre patrulhando e controlando os corpos e a vida das mulheres. Sempre tem um dedo apontando uma falha. Então, as vezes é preciso escancarar mesmo.

Feminismo
Foto Daniel Freitas

Eu não ficaria nua nem faria xixi na escada de Pelotas, mas quantas vezes (às vezes mais de 3 no mesmo dia) vi homens urinando na minha frente, nas ruas, sem qualquer pudor? MUITASSS
Aí eu entendo o tipo de desconforto que essas feministas de Pelotas quiseram passar para a plateia. E não sinto nojo algum, sinto admiração pela coragem de protestar contra essa violência que nós passamos o tempo todo. E no dia 8 de março, vou pra rua em Curitiba - onde estou morando - junto a milhares de mulheres para reclamar nossos direitos e denunciar as violências que sofremos. Não duvido nada que a minha ex- profe vá pras ruas também em Porto Alegre.

-
Obrigada, Ana, por esse lindo e esclarecedor texto! Caso tu não estavas nesse planeta no último ano a Ana é a autora do livro A Mamãe é Rock e tem vários projetos maravilhosos que tens que conhecer. Ela é jornalista e socióloga, além de escritora e feminista.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...