Você teria razões? | Série

13 reasons why

Já pensou se você teria razões?
Não sabe do que estou falando? 
A nova febre entre adultos e adolescentes, a nova série da Netflix "13 reasons why" (13 razões porquê ou Os 13 porquês). A série aborda assuntos super importantes e giram em torno do suicídio da adolescente Hannah Baker, na verdade sobre as 13 razões que ela dá para ter colocado fim à sua vida.
Hannah grava 7 fitas contando os motivos que a fizeram tomar essa decisão, cada lado da fita corresponde a uma pessoa. As fitas passam de razão para razão, a primeira razão (pessoa) recebe as fitas, escuta e passa para a próxima. Durante a série acompanhamos Clay escutando as fitas que recebeu e toda suas reações a partir de cada descoberta.

você teria razões

O que contem nessas fitas? Histórias de bullying, assédio, fofocas, algumas muito pesadas e outras nem tanto, mas que acumuladas as outras só servem para aumentar a bola de neve. 
Eu e o marido vimos a série em menos de 1 semana. Ela é envolvente e muito triste, infelizmente, não é aquela série que vais acabar e seguir a vida normalmente, ela te traz muita coisa da tua vida e principalmente da vida dos teus filhos.
A série divide opiniões de especialistas, alguns acreditam que ela não seja uma boa influência para os jovens, que ela pode despertar gatilhos para que cometam suicídio. Outros já acham que é uma série de extrema importância. 
Agora passo para o meu posicionamento, acredito que 13 reasons why é uma série que traz à tona um assunto muito pouco falado e muitas vezes até escondido, o suicídio de jovens. Também aborda o tema depressão, que muitas vezes não é tratado com a devida importância, principalmente, por familiares de pessoas que sofrem dessa doença. 
Só por ela trazer esse tipo de tema para dentro da nossa casa já acredito na importância dela. 
Eu já contei aqui no blog o ano passado que sofri bullying (leia aqui) e vejo até hoje como isso afetou a minha personalidade e a pessoa que sou hoje. Isso tanto para o bem quanto para o mal. Com certeza sou uma pessoa muito mais forte do que já fui um dia, mas com certeza para isso sofri muito. 
O que eu vejo da série, é que ela não é uma série própria para adolescentes, mesmo ela tendo sido pensada para atingir principalmente os jovens. Para mim ela é extremamente importante para pais e adultos, em como estamos cuidando dos nossos filhos, como estamos olhando para os nossos jovens. 
Eu sofri muito com todo tipo de bullying, mas com certeza ter a minha mãe por perto foi o que me deixou sempre forte para seguir em frente. Com certeza se eu não tivesse abertura em casa, uma mãe participativa e que me escutava como amiga, eu poderia ter sido uma Hannah. É meio forte isso, mas não é uma mentira.


A adolescência é um período sempre complicado e o jovem sempre prefere estar em sua zona de conforto, amigos conhecidos, a mesma escola, a mesma casa... Eu no meu 1º ano do segundo grau tive tudo isso modificado, troquei de escola, de colegas, de casa, não fui tão bem aceita por todos os colegas e ainda sofri por não ter a mesma vida financeira que muitos deles tinham ou aparentavam. Mas com a minha mãe sempre por perto me escutando e vendo as minhas modificações, tudo isso foi superado.
Outro ponto importante que a série aborda é o quanto sabemos da vida dos nossos filhos, sabemos com quem andam, como se portam, qual o exemplo que passamos a eles, o quanto estamos inseridos na vida deles. E o quanto isso é importante para ver pequenas modificações que possam demonstrar o quê está acontecendo na vida deles.
Ao ver a série me deparei com estereótipos de colegas de escola, o com muito dinheiro que acha que pode ter tudo, os que eram humilhados, os babacas que queriam apenas tirar sarro da cara dos outros, os que aparentavam ter algo para se incluírem no contexto... Foi uma viagem no tempo. 
E, infelizmente, vi o quanto a escola ainda precisa ser modificada, algo relatado numa série americana é o mesmo que se vive em escolas brasileiras. 
Eu mesma fui um caso, estava numa escola desde pequena, sempre fui boa aluna, tirava ótimas notas, aí na 5ª série fico revoltada e fico em recuperação. Qual era o problema? Minha avó, mãe da minha mãe, que morava conosco e ajudou a me criar estava muito doente e faleceu. A escola tinha total noção do que estava acontecendo, mas em NENHUM momento se preocupou em conversar comigo. Fico pensando, era uma escola pequena onde a diretora conhecia cada aluno e cada pai, imagina uma criança numa escola maior. 
Qual o papel da escola nesses momentos? Minha mãe, mãe solteira, perdendo a mãe, não tinha nem condições de se ligar que pudesse ser esse o problema, mas a escola, vejo, que tem o dever de acolher. Colocamos nossos filhos na escola acreditando que ela será uma extensão da nossa casa, mas não existe acolhimento e preparo suficiente para tratar com os problemas dos alunos.
Também passei por momentos na escola nova que as professoras preferiam dizer que não tinham visto o que aconteceu, por medo de levar uma bronca da direção, do que pensar no aluno que estava passando por algum tipo de problema de relacionamento com outros colegas. Vemos o quanto os professores ficam com sentimento de auto proteção do que de ajuda e isso deve ser melhor debatido. 
Muitas vezes não culpo os professores em si, mas a falta de preparo deles. Falta um acompanhamento psicológico, falta um apoio emocional. Pensem que eu estudava em escolas particulares, onde o professor é um pouco melhor remunerado, imagina escolas públicas em que os professores recebem mal, algumas vezes as escolas ainda são sucateadas, como que eles conseguirão dar esse pequeno cuidado aos alunos. É impossível!
Qual a minha posição sobre a série? Eu poderia dizer VEJA, mas não seria o certo. Analise a tua vida, veja se estás em um momento delicado, quanto o assunto suicídio pode te envolver emocionalmente e depois disso tome a tua decisão. 
Eu já tive depressão e não foi algo que me abalou nesse ponto, vi amigas que ficaram muito piores do que eu. Que após ver o último episódio relataram ter chorado muito, terem ficado sem dormir, não conseguiram comer ou coisas assim. A série atinge cada pessoa de uma forma diferente, pois cada pessoa tem uma bagagem de vida diferente da outra. 
Não dei qualquer tipo de spoiler, só aviso, existem cenas muito fortes e realmente chocantes, então esteja preparado. Ela não será uma série comum, ela te fará pensar muito, inclusive como tratas outras pessoas hoje, não seria por acaso que ela está sendo tão falada e discutida. 
Espero que ela não fique apenas como uma febre, mas um assunto constante dentro de casa e da escola. Teu filho pode não sofrer bullying, mas ele pode ser a causa do tormento de outros, então fique sempre atento. Não é engraçado colocar apelidos, rir dos outros ou debochar. Esteja sempre atento para que não sejamos a razão de ninguém!


Leia também no blog Mamãe Virtual , Baú de Menino (contém spoiler) e A Mãe Coruja (também contém spoiler) cada texto abordando de um jeito a mesma série.

Coisas de Quem Ama - Dailus Color | Testei

maquiagem Dailus Color

Recebi para testar alguns itens da linha Coisas de Quem Ama da Dailus Color.
Vou dizer que pirei com o que me mandaram, pois tudo é de ótima qualidade.
Eles me mandaram o lápis para lábios da cor Rouge 02, batom da Vermelho Frisson 06, lápis para olhos da cor Dourado Antigo 06 e a máscara Cílios Gigantes. 
As embalagens são um amor e ainda vêm com cristais de Swarovski, pensem na lindeza. 

Logo que chegaram já fui testando tudo e me encantei com o lápis para os lábios e o batom.
A cor do batom é linda, cobre super bem e tem longa duração. Eu saí, conversei, bebi e comi e quando voltei para casa depois de 2 eventos eu ainda tinha o batom nos lábios, mesmo sem ter retocado nenhuma vez. Ele é de efeito matte e tem uma tecnologia que não resseca os lábios, zero de perigo de "craquelar". 

maquiagem dailus color
Batom Vermelho Frisson 06 Coisas de Quem Ama - Dailus Color 
O lápis para os lábios fecha direitinho com a cor do batom e faz toda a diferença para que tenhas sucesso na colocação do batom ainda mais para batons escuros que para errar na hora de colocar é fácil. Inclusive, para quem gosta de fazer o efeito de lábios mais grossos ter o lápis de boca certo é primordial.
Ele tem um toque bem aveludado, também é de longa duração como o batom e é apontável.

lápis para lábios dailus color
Lápis para lábios Rouge 02 Coisas de Quem Ama - Dailus Color
E como disse que testei logo que chegou, aí está a foto no evento que fui logo que recebi os produtos Coisas de Quem Ama - Dailus Color, com o lápis para lábios e o batom bafo.

maquiagem Dailus Color
Com a combinação bafônica lápis para os lábios e batom da Dailus Color

Também testei o lápis de olho dourado e achei ótimo, de perfeita duração e bem sutil. 
Claro que se quiseres dar aquela carregada tem como, então ele é perfeito para dias mais discretos ou mais poderosos. 
Ele é a prova d'água e por possuir uma fórmula emoliente te dá a possibilidade de esfumá-lo após a aplicação. Ele também é apontável.

lápis para olhos dourado dailus color
Lápis para olhos Dourado Antigo 06 Coisas de Quem Ama - Dailus Color
Nesta foto eu estou usando o lápis de olho Dourado Antigo da Dailus Color, mas coloquei ele bem sutil, mas deu muita diferença nos meus olhos, dando brilho a eles. Ainda mais que os meus olhos são pequenos e é sempre bom usar um lápis de olho mais claro e ele ficou perfeito. 

lápis de olho dourado
Lápis Dourado Antigo 06 Coisas de Quem Ama - Dailus Color

E a máscara de cílios é maravilhosa! 
Como vocês sabem uso alongamento de cílios e no dia que chegaram os mimos da Dailus Color eu tinha acabado de fazer a manutenção e não teria como eu testar. Mas como não deixo ninguém na mão, catei o marido e fiz o teste nos cílios superiores, pois nos inferiores eu já tinha colocado em mim. Claro que ele proibiu que eu tirasse uma foto, mesmo que somente do olho. Mas deu para eu garantir o sucesso que é a máscara Cílios Gigantes da linha Coisas de Quem Ama, pois os cílios dão um super up e ficam bem mais longos, dando um efeito de alongamento natural e não de cílios postiços que, particularmente, acho bem mais bonito. Minha felicidade ao saber que quando estiver sem os alongamentos não vou ficar com meus cílios pobrinhos, pois a Máscara Cílios Gigantes da Dailus Color vai fazer um ótimo trabalho.

máscara para cílios Dailus Color
Máscara Cílios Gigantes Coisas de Quem Ama - Dailus Color

O espiral da máscara consegue se encaixar em toda a extensão dos cílios o que ajuda para uma ótima escovação e dando uma grande diferença para o sucesso de uma maquiagem. Ela ainda é enriquecida com a tecnologia Ultra Black. 
E como não sou boba, já uso nos cílios inferiores para completar a make e já dá um ótimo efeito, estou com ela nos cílios inferiores nas duas fotos.

maquiagem Dailus Color
E os produtos ainda vieram nesse lindo nécessaire

Então, linha Coisas de Quem Ama Dailus Color está super aprovada!!! Podem investir!

O Poderoso Chefinho | Filme

filme de animação

Fui convidada para ver em primeira mão o filme O Poderoso Chefinho que tem estreia marcada para o dia 30 DE MARÇO. 
Vou contar a sinopse do filme primeiro para depois contar o que eu achei e o que vocês podem esperar dessa nova animação da Dream Works.

A DreamWorks - Fox Filme e o diretor de Madagascar, Tom McGrath, te convidam a conhecer um bebê incomum. Ele usa terno, fala com a voz e o charme de Alec Baldwin, e é o astro da animação O Poderoso Chefinho (da DreamWorks), com estreia marcada para 30 de março. O Poderoso Chefinho é uma história universal hilária sobre como a chegada de um novo bebê impacta a família, contada do ponto de vista de um narrador deliciosamente confiável, Tim, um garoto de 7 anos com uma imaginação vívida. Com uma mensagem que aquece o coração sobre a importância da família, O Poderoso Chefinho é uma comédia original e autêntica que agradará ao público de todas as idades.

A dublagem em português conta com a atriz Giovanna Antonelli e em inglês com Alec Baldwin e Steve Buscemi.

O que eu achei do filme O Poderoso Chefinho?!
Foi amor ao primeiro minuto!
O filme é super engraçado, tanto crianças quanto adultos vão dar muitas risadas, muitas risadas mesmo. Eles também fazem algumas piadas trazendo referências externas e algumas dessas só os adultos vão conseguir lembrar e o que fica legal igualmente. Até porquê já faz um tempo que filmes de animação eram feitos apenas para as crianças curtirem.
Tenho certeza que as salas de cinema de todo o país vão ficar cheias de adultos sem filhos ou apenas levando os sobrinhos como álibis perfeitos.
O filme te faz pensar muito sobre a importância da relação de irmão, a importância da família e vou dizer que até chorei. Ainda mais que aqui está rolando uma super pressão para ter um irmãozinho. 
Minha opinião, veja!!! Vais amar tanto quanto eu amei!

filme de animação

O Poderoso Chefinho estreia dia 30 DE MARÇO nos cinemas. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...